Acessos: 5895

filho prodigo

Na parábola do filho pródigo descrita no livro de Lucas 15, na maioria das vezes os leitores e pregadores dão mais ênfase ao personagem principal que dá nome a parábola. Mas se prestarmos um pouco mais de atenção veremos que existe outro personagem quase nunca lembrado, mas de suma importância que nos revela a Graça de Deus. “O irmão do filho pródigo”. Esta passagem é para mim uma das mais especiais mensagens da Graça Divina. Quando o filho pródigo volta, depois de ter desonrado a família, perdido a parte de sua herança e o pai o recebe não só de braços abertos, mas o honra com um anel no dedo e uma grande festa, seu irmão mais velho sente inveja e ira em seu coração com a reação de seu pai. Sua atitude foi julgá-lo diante de tamanha afronta que o irmão mais novo havia cometido. Diante da tristeza que a inveja e a ira produziram em seu coração ele indaga ao pai: “29. Olha! todos esses anos tenho trabalhado como um escravo ao teu serviço e nunca desobedeci às tuas ordens. Mas tu nunca me deste nem um cabrito para eu festejar com os meus amigos. 30. Mas quando volta para casa esse teu filho, que esbanjou os teus bens com as prostitutas, matas o novilho gordo para ele!” Diante disso, o pai responde ao filho mais velho com uma das frases mais lindas da Bíblia: “31. Disse o pai: 'Meu filho, você está sempre comigo, e tudo o que tenho é seu. 32 Mas nós tínhamos que celebrar a volta deste seu irmão e alegrar-nos, porque ele estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi achado' ". Em minha opinião para mim esta resposta é pior do que qualquer tapa na cara....é aquele momento que você quer virar uma mosca e sair voando diante da besteira que acabou dizendo. Isso mesmo. E que besteira. Amados no Senhor! Quantas vezes cometemos esse erro no decorrer de nossas vidas? Quantas vezes julgamos o amor, o perdão, a misericórdia de nosso Pai celestial e nos esquecemos de que somos herdeiros de tudo? A atitude do filho mais velho fez com que ele ficasse cego diante das bênçãos que ele já possuía. O fato do pai nunca ter lhe proporcionado uma festa, não significa que ele não poderia tê-lo feita. O fato do pai nunca ter matado um bezerro, não significa que não estava feliz com a vida de seu filho. Com isso, aprendemos que não devemos jamais julgar as atitudes de nosso Pai Celestial, pois, podemos nos tornar pessoas amargas e cegas espiritualmente. Jamais julgue seu pastor, quando ele tiver que dar mais atenção a alguém que está retornando ou mesmo acabou de chegar. Isso não significa que ele não te ama ou não se importa contigo.  “NÓS JÁ TEMOS TUDO! SOMOS SALVOS, POSSUÍMOS A TERRA, O AMOR DO PAI, A COMUNHÃO COM O ESPÍRITO SANTO! ABA PAI!”

Onde Estamos

Entre em Contato

Email 
Nome 
Assunto 
Mensagem 
Quais letras estão aparecendo? qllbkysv Previna o SPAM!
    
Desenvolvimento - Flex Hosting (11) 2812-8213 - Todos os direitos reservados.