Data de publicação Acessos: 5133

jejum

Após realizar alguns milagres como é descrito no início do capítulo 2 do livro de Marcos, no versículo 18, Jesus é questionado por que os discípulos de João e dos fariseus jejuavam e os seus não.  Jesus então dá um exemplo no qual coloca em xeque mate a todos. Pode os convidados de um casamento não comerem durante a festa. Seria uma falta de respeito, concordam? É como dizer que a comida não está boa, uma falta de respeito para com o noivo. A Bíblia diz que Jesus é o noivo e a Igreja sua noiva (nós somos a Igreja). O jejum era uma prática da Lei descrita em alguns versículos como, (Lv 16.29, 31; 23.27-32). Como não vivemos mais debaixo da Lei, pois a mesma teve fim em Cristo, não é mais necessário jejuar. Outro ponto importante é que Cristo diz que haverias um tempo em que o noivo seria retirado do meio dos discípulos, então seria necessário jejuar. E que tempo seria este. O tempo entre a ascensão de Cristo aos céus e a descida do Espírito Santo no Dia de Pentecostes. Neste tempo seria necessário jejuar, mas após a descida do Espírito Santo, Cristo vive em nós e não é mais necessário jejuar. A prática do jejum nos dias de hoje é uma afronta ao Senhor. É desacreditar que o Espírito Santo habita em nós. 

Onde Estamos

Entre em Contato

Email 
Nome 
Assunto 
Mensagem 
Quais letras estão aparecendo? jgfjsyqq Previna o SPAM!
    
Desenvolvimento - Flex Hosting (11) 2812-8213 - Todos os direitos reservados.